7 dicas para organizar uma vitrine de calçados

7 dicas para organizar uma vitrine de calçados

Milton Goetten de Lima

Diretor em Tidas e Servipa

Últimos posts por Milton Goetten de Lima (exibir todos)

Em meio à grande concorrência do mercado, ao estilo de vida cada vez mais apressado das pessoas e às inúmeras distrações do dia a dia, conquistar a atenção dos clientes se tornou uma tarefa difícil para os lojistas. E quando o assunto é comprar sapatos, as vitrines desempenham um papel fundamental.

Nesse cenário, donos de lojas precisam ser criativos e cuidadosos na hora de organizar os expositores de calçados. Afinal, um mostruário bem elaborado, convidativo e organizado corretamente pode impactar significativamente no número de compradores. E, consequentemente, aumentar o giro de estoque e seu faturamento. 

No entanto, na hora de organizá-la, muitos comerciantes não sabem como expor seus produtos. Dessa forma, acabam cometendo alguns erros que diminuem o fluxo de clientes. Pensando nisso, elaboramos 7 dicas que lhe ajudarão a construir sua vitrine de calçados, deixando ela mais bonita e diferenciada. 

Quer saber mais? Então continue a leitura!

7 dicas para organizar uma vitrine de calçados

Dica 1: Organize a vitrine de calçados para seu público-alvo

Um erro muito comum é não pensar no público-alvo da loja. Afinal, uma parte essencial do processo de atração de clientes é mostrar que a vitrine reflete o universo dele, sendo convidativa e estimulando suas necessidades de consumo. 

Portanto, conheça seus consumidores, descubra o máximo de informações possíveis sobre o perfil que seu negócio deseja atrair. É importante entender desde os detalhes mais básicos até os mais profundos. 

Para auxiliar, busque os seguintes dados sobre os compradores:

  • Faixa etária;
  • Gênero;
  • Classe Social;
  • Ticket médio;
  • Produtos, estilo e marcas prediletas;
  • Motivação de consumo;
  • Preferências sazonais;
  • Hábitos de consumo. 

Além disso, utilize elementos com que o cliente se sinta atraído, coloque-se no lugar dele e faça o possível para entendê-lo melhor. Assim, você terá um expositor fascinante e saberá como arrumar uma vitrine de calçados.

Dica 2: Priorize a visibilidade e evite a poluição

O excesso de produtos pode ser extremamente prejudicial para a visibilidade. Afinal, calçados são itens relativamente pequenos e o consumidor se distrai facilmente quando há muitos, ficando confuso e não encontrando o que deseja. 

Por isso, conte com a ajuda de alguns detalhes:

  • Seja minimalista na organização. Exiba somente o que é necessário, ao invés de mostrar todos os itens, prefira a exposição por categorias;
  • Melhore a visibilidade exibindo os calçados em pares, um de frente e outro de lado. Além disso, vale dispor os produtos principais na altura dos olhos do cliente;
  • Deixe também espaços vazios com cerca de 30 centímetros entre um par e outro, para dar um respiro no olhar;
  • Assegure que a iluminação seja a melhor possível para destacar os produtos e não exagere na variedade de cores. 
  • Por fim, uma vitrine toda em vidro mostra o interior da loja, o que é uma ótima forma para torná-la mais convidativa aos olhos do cliente, estimulando-o a adentrar.

Dica 3: Pense em um tema para o seu mostruário

Na hora de organizar sua vitrine de calçados é importante ter um tema ou objetivo específico em mente. Sem um conceito estabelecido à amostra pode ser fria e pouco convidativa, não se destacando do resto das concorrentes. Portanto, pense nos objetivos que você deseja e organize com base nesta ideia.

Em épocas específicas, vale a pena ambientar de acordo com a temática apropriada. Alguns que temas ótimos para se trabalhar são:

  • Datas comemorativas, como Dia das Mães, Dia das Crianças e Natal;
  • Mudanças de estações;
  • Liquidações e promoções;
  • Black Friday.

Dica 4: Seja transparente com os preços e produtos 

Uma vitrine de calçados confusa com relação aos preços e detalhes sobre os produtos é frustrante para os clientes. E isso pode gerar até mesmo problemas com órgãos de defesa do consumidor, resultando em multas e litígios. 

Portanto, seja transparente com os preços e promoções, estando atento às exigências legais para a exibição dessas informações.

Além disso, só exiba os itens disponíveis em estoque, evitando que o consumidor saia frustrado e nunca mais volte. 

Por fim, a aparência do que é exibido precisa ser profissional e condizente com a qualidade dos seus produtos. Logo, priorize etiquetas, adesivos e placas profissionais, evite escritas à mão.

Dica 5: Estimule a venda de produtos complementares

Uma ótima forma de aumentar o convite em sua vitrine é incluir produtos complementares um ao lado do outro. 

Por exemplo, se a sua loja também vende bolsas ou outros acessórios, mostre essas combinações. Desta forma, você estimula o interesse do cliente ao oferecer um look completo e intensifica seu faturamento. 

Dica 6: Use a criatividade como diferencial 

A criatividade é ótima para se diferenciar da concorrência, conquistar a atenção do público e estimular a entrada na loja. Portanto, seja criativo no seu visual merchandising, utilize cores e elementos decorativos.

Você pode, por exemplo, brincar com a disposição e tamanho dos elementos para chamar mais atenção. Além de incluir suportes estilosos, displays e fundos que destaquem o produto. 

Obviamente, seja criativo mas lembre-se que os sapatos e os demais itens são os protagonistas da sua vitrine de calçados. Sempre use o bom senso!

Dica 7: Mantenha sua vitrine atualizada 

Um expositor desatualizado pode ser desestimulante para os clientes em potencial. Afinal, eles não são atraídos ao passarem e sempre verem os mesmos produtos e a mesma decoração. Isso porque a vitrine caiu na rotina, não se destacando em meio às outras.

Portanto, tenha um cronograma de atualização, faça um planejamento financeiro e tenha um orçamento para mudar o tema de acordo com a época do ano. Sempre alterando os produtos e as promoções! Além disso, faça uma limpeza adequada, removendo poeira e qualquer outro tipo de sujeira.

Mãos na massa!

Você já conheceu as dicas e está ciente de seus benefícios, agora é a sua vez de produzir! Lembre-se a vitrine é a primeira imagem com a qual o consumidor tem contato.

E se ele encontrar um ambiente mal organizado, amador, sujo ou desatualizado pode fazer com que sua loja seja sempre lembrada por essas características negativas. 

Então, siga as orientações que lhe apresentamos neste artigo e organize uma vitrine de calçados encantadora. Assim, ela irá atrair novos clientes, aumentar o volume de vendas e lhe dando tudo o que é necessário para prosperar. 

E se você quer utilizar outros recursos para aumentar o fluxo de clientes em sua loja, que tal estudar a possibilidade de oferecer venda a prazo com crediário em sua loja? Quer saber mais? Então confira os nosso artigo sobre crediário!

Vitrine de calçados

Publicado por: Milton Goetten de Lima