4 dicas para aumentar o giro de estoque da sua loja

4 dicas para aumentar o giro de estoque da sua loja

Milton Goetten de Lima

Diretor em Tidas e Servipa

Últimos posts por Milton Goetten de Lima (exibir todos)

O estoque é um ponto que não pode ser negligenciado pelo lojista comprometido com o sucesso. Isso porque uma gestão de estoque ineficiente pode causar prejuízos para o faturamento, capital de giro e imagem da loja na percepção dos clientes. 

Caso não haja equilíbrio entre a oferta e demanda de produtos, mercadorias podem ficar “encalhadas” e produtos com alta demanda podem faltar. Assim, os clientes não encontram as mercadorias que desejam e acabam procurando a concorrência. 

Com isso, o número de vendas cai, a imagem da marca é prejudicada e o capital de giro fica preso aos produtos encalhados. Por isso, é importante usar indicadores de desempenho que auxiliam nesta gestão, como o giro de estoque. 

Ficou interessado? Continue lendo e conheça mais sobre esse indicador!

O que é giro de estoque e qual sua importância?

É um indicador de desempenho que reflete o número de vezes em que seu estoque foi vendido e reposto ao longo de um período de tempo. Ele é muito útil para identificar:

  • Problemas na variedade de produtos;
  • Variações sazonais; 
  • Oportunidades de otimização, visando atingir o equilíbrio perfeito entre a oferta e demanda. 

Ele é uma ferramenta valiosa para o lojista analisar o nível de qualidade da sua estratégia de investimento. Afinal, pode-se identificar gargalos de desempenho e oportunidades de aumento da lucratividade. Isso porque quanto maior for o giro de estoque, maior será o faturamento da empresa. 

Então, ao conhecer o giro de estoque da sua loja, basta fazer esforços para aumentá-lo e alavancar sua lucratividade.

Como calcular o giro de estoque?

Ele pode ser calculado facilmente ao dividir o número de produtos vendidos em um determinado período de tempo pelo número médio do que está em estoque. Ou seja, defina o período de tempo que deseja analisar para depois encontrar a média de produtos em estoque e o número total de vendas realizadas neste período.

Faça o cálculo com a seguinte fórmula: 

Total de vendas dividido por média de produtos em estoque = Giro de estoque

Veja o seguinte exemplo:

  • Digamos que você é dono de uma loja de sapatos que tem um estoque médio de 250 pares, alcançando um total de vendas de 2500 pares de sapatos em 12 meses;
  • Aplicando a fórmula, você tem: (2500) / (250) = 10 giros de estoque;
  • Logo, o estoque foi esvaziado e reposto 10 vezes ao longo de um ano;

Observação: Você vende produtos variados e acha difícil fazer o cálculo por produtos específico? Então faça a conta com o volume total de vendas dividido pelo valor médio de produtos em estoque. 

Assim, ao invés de usar o número de produtos, utiliza-se as somas em dinheiro. Exemplificando, digamos que você venda 300 mil reais em um ano e tenha um estoque médio de 33 mil. Nesse caso, seu giro de estoque seria 9.  

Por fim, existem outras opções se você acha complexo fazer este tipo de cálculo manualmente, como calcular seu giro de estoque no excel ou em outros programas. É simples e fácil!

4 dicas para aumentar o giro de estoque da loja

Dica 1: Se baseie em dados sólidos

A análise de dados e informações sólidas é essencial para que você aumente o giro do seu estoque. Afinal, investimentos sem o planejamento financeiro adequado e uma justificativa racional não costumam ser bem-sucedidos. Por isso:

  • Analise seu histórico de vendas, relatórios gerenciais e o cenário econômico atual;
  • Compare os períodos com maior e menor demanda por determinados produtos;
  • Conheça as tendências;
  • Faça projeções estatísticas. 

Desta forma, você obtém o máximo de informações e planeja o estoque com a quantidade e variedade ideal de produtos. Assim, sua empresa deixa de contar com a sorte e passa a se apoiar nas bases sólidas que somente os números podem oferecer. 

Dica 2: Seja pragmático e mantenha um estoque enxuto

Após ter todas as informações sobre seus histórico de vendas, demanda e tendências, seja pragmático e monte seu estoque com foco nos produtos com maior rotatividade. Mantenha um volume mínimo para essas mercadorias, priorizando as que tiverem uma maior demanda. 

Para manter a variedade, dedique uma pequena parcela da sua armazenagem aos produtos com menor rotatividade. Assim, seu caixa não sofrerá com a aquisição de produtos encalhados, tendo um estoque enxuto, com ótimo giro e que atende as necessidades dos seus clientes.

Dica 3: Otimize, treine e estimule sua equipe de vendas

Em todos os setores de uma loja existem pontos que podem ser otimizados, incluindo a equipe de vendas. Assim, dar treinamento e motivar estes colaboradores é uma ótima forma de promover mudanças positivas que aumentam seu giro de estoque.

Por isso, invista em treinamento para sua equipe de vendas, garantindo que eles conheçam a fundo tanto os produtos com maior demanda quanto os produtos menos procurados. Desta forma, o número de vendas cresce e seu giro de estoque aumenta.

Dica 4: Aproveite a sazonalidade e turbine seu giro de estoque

Todos os lojistas experimentam momentos de baixa sazonal nas vendas, não sabendo como vender produtos parados em estoque. No entanto, estas ocasiões são ótimas oportunidades para que a empresa venda produtos estagnados fazendo boas promoções.

Esta é uma tática muito utilizada por lojistas que buscam vender estoque de roupas, por exemplo. Além disso, existem épocas do ano em que esta prática é favorecida, como a Black Friday. 

Mas além das baixas sazonais, existem épocas em que a demanda aumenta drasticamente, como o Natal e o Dia das Mães. Nestes períodos, um aumento estratégico na armazenagem pode representar maior faturamento. Logo, pode-se melhorar o giro de estoque em períodos sazonais com as ofertas certas.

Conclusão

O giro de estoque é muito importante para a saúde financeira da sua empresa. Afinal, os produtos se deterioram se não tiverem rotação, o dinheiro investido neles fica preso e tanto seu capital de giro quanto seu faturamento são prejudicados. 

Por isso, é importante aumentar esta métrica sem prejudicar o caixa para evitar prejuízos e aumentar o faturamento da sua loja. Então, coloque em prática as dicas dadas neste artigo. Desta forma, você garantirá que o seu estoque tem a eficiência necessária para aumentar a rentabilidade e a qualidade da sua empresa. 

 

Publicado por: Milton Goetten de Lima