Calendário do varejo: como trabalhar com datas promocionais na sua loja

Calendário do varejo: como trabalhar com datas promocionais na sua loja

Quem trabalha no comércio conhece muito bem o poder que uma data especial pode ter para alavancar as vendas da loja

Mas poucos são os lojistas que se preparam com antecedência, seguindo um planejamento baseado no calendário do varejo

Neste artigo vamos falar sobre algumas estratégias que você pode usar para tirar o máximo proveito desse calendário, atraindo clientes e estimulando as vendas no crediário.

Vamos lá?

O que é o calendário do varejo

É simples. São os principais feriados, datas comerciais e sazonalidades que podem ser aproveitados para potencializar suas vendas.

Algumas datas são mais óbvias, como o Natal ou o Dia das Mães

Mas existem outras que são específicas para o seu mercado ou seu público-alvo, e que também podem ser exploradas com excelentes resultados.

É por isso que toda loja precisa criar e seguir o seu próprio calendário promocional.

É nele que o gestor de marketing vai se basear para elaborar um cronograma de ações promocionais que serão desenvolvidas no decorrer do ano.

Por isso mesmo, o ideal é deixar tudo planejado logo nas primeiras semanas do ano.

Torne isso um hábito na gestão do seu negócio.

Começar o ano com o seu calendário do varejo bem organizado facilita o processo de precificação para as datas especiais e permite trabalhar melhor as campanhas de divulgação.

Quando você se antecipa e planeja com calma uma ação desse tipo, os custos ficam menores e as chances de sucesso muito maiores. 

Como organizar o seu calendário do varejo

Não há um padrão único para a criação de um calendário promocional para a sua loja. 

Na maioria das vezes, uma planilha simples dá conta do recado.

Com um pouco mais de esforço você pode organizar gráficos para comparar os resultados dos anos anteriores e determinar metas para as próximas datas. 

Mas isso só é possível depois que você já está trabalhando dessa forma há alguns anos e possui dados históricos para trabalhar.

Se você está criando um calendário do varejo pela primeira vez, comece listando as datas mais universais do comércio, ou seja, aquelas que podem ser trabalhadas por todos os segmentos.

Pela ordem, devem fazer parte desse grupo datas como Carnaval, Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Black Friday e Natal.

Dependendo do seu ramo de varejo, outros períodos e datas também merecem atenção na hora de planejar suas promoções, como a entrada de cada estação, as festas juninas, o Halloween ou a Cyber Monday, por exemplo.

Em resumo, um bom calendário promocional deve se basear no conhecimento das características do seu público-alvo. 

Isso é fundamental não só para encontrar datas específicas para o seu segmento, como também para entender de que forma as datas mais populares do comércio impactam o consumidor da sua loja.

Se a sua loja vende roupas masculinas, não tem por que pensar em ações para o Dia da Mulher, Dia da Secretária ou Dia das Mães, por exemplo. 

Se você não tem loja na internet, não há sentido em promover datas ligadas ao comércio eletrônico, como Cyber Monday ou Dia do Frete Grátis.

É importante conhecer bem a cultura e o perfil dos seus clientes para identificar as datas que devem ser trabalhadas ou se existem outras datas específicas que a sua comunidade considere importante.

Faça uma lista com as datas promocionais do varejo

A seguir, sugerimos uma lista de datas importantes para o comércio para ajudar você a iniciar seu planejamento.

Confira quais delas se encaixam no perfil do seu público e, a partir daí, construa o seu próprio calendário do varejo.

  • Dia da Saudade – 30 de janeiro
  • Carnaval – entre fevereiro e março, variando anualmente
  • Dia Internacional da Mulher – 8 de março
  • Dia do Consumidor – 15 de março
  • Dia do Frete Grátis – 28 de abril, mas pode ser trabalhado na semana toda
  • Páscoa – entre os meses de março e abril, variando a cada ano
  • Dia das Mães – segundo domingo do mês de maio
  • Dia dos Namorados – 12 de junho e, dependendo do seu negócio, 14 de fevereiro, que é a data mundial com o “Valentine´s day”
  • Dia do Amigo – 20 de julho
  • Dia dos Pais – segundo domingo de agosto
  • Dia do Cliente – 15 de setembro
  • Dia da Secretária – 30 de setembro
  • Dia das Crianças – 12 de outubro
  • Halloween – 31 de outubro
  • Black Friday – última sexta-feira de novembro, mas pode ser trabalhada durante toda a semana ou todo o mês
  • Cyber Monday – primeira segunda-feira após a Black Friday
  • Natal – 24 e 25 de dezembro
  • Ano novo – 31 de dezembro e 1º de janeiro

Priorize as datas de acordo com o perfil da loja

Depois de concluir o mapeamento das principais datas promocionais para o seu segmento, é preciso estabelecer prioridades para a execução das ações promocionais.

Algo que facilita bastante esse processo é estabelecer um orçamento anual para estas ações e planejar a disponibilidade de recursos para cada uma delas logo no início do ano. 

Uma estratégia que pode ajudar bastante é segmentar as datas do seu calendário do varejo em três grupos:

  1. Datas importantes, que merecem uma ação mais completa envolvendo promoções, descontos, etc;
  2. Datas de importância média, que receberão menos investimento de tempo e dinheiro, mas ainda assim serão trabalhadas;
  3. Datas menos importantes, que receberão apenas um menção na sua estratégia de comunicação (uma postagem nas redes sociais, por exemplo) mas sem um investimento direto.

Agora é só determinar como serão as ações em si e o volume de recursos que sua loja vai separar para cada data em específico. 

Não deixe nada para cima da hora! 

Antecipação e planejamento são as palavras-chave para ter sucesso com ações promocionais envolvendo datas comemorativas no varejo.

Antes de terminar, uma última dica:

Se você vende no crediário, não esqueça de incluir no seu calendário do varejo ofertas e condições especiais para os clientes que optarem por esta modalidade de crédito. 

Por que não fazer promoções exclusivas para quem compra no crediário?

Dessa forma, você estará incentivando os clientes a criarem um vínculo com a sua loja e garantindo a presença deles no ponto de venda pelos próximos meses. 

Publicado por: Milton Goetten de Lima