Vale a pena incentivar o cliente a comprar no crediário?

Vale a pena incentivar o cliente a comprar no crediário?

Comprar no crediário vem se transformando em uma opção cada vez mais interessante para muitos consumidores.

Mesmo assim, algumas lojas ainda evitam incentivar esse tipo de compra, seja por receio de ficar sem receber ou por não entender bem como o crediário funciona.

Já pensou em incentivar as compras no crediário para melhorar as vendas do seu negócio?

Confira, abaixo, como esse método de pagamento pode te ajudar a superar momentos de instabilidade econômica e ainda fidelizar o consumidor.

Clientes preferem comprar no crediário ou crédito?

O país ainda está passando por uma situação econômica delicada, apesar de mostrar leves sinais de melhora nos últimos meses.

Sem saber quando tudo pode ir por água abaixo novamente, o consumidor escolhe ser cauteloso, especialmente, em compras de grande valor.

Por isso, muita gente adquiriu o hábito de observar os juros cobrados antes de fazer qualquer compra parcelada. E começou a descobrir que os cartões de crédito possuem taxas de juros altíssimas.

De acordo com reportagem do Correio Braziliense, em 2019 os juros no cartão chegaram a 286,9% ao ano.

Diante disso, o consumidor já está pensando duas vezes antes de adquirir qualquer produto parcelado no cartão de crédito.

É nesse cenário que o crediário ganha força como opção mais viável de parcelamento.

Lojas que oferecem crediário próprio costumam trabalhar com taxas mais baixas, que dificilmente passam de 100% ao ano. Ou seja: a metade dos juros que alguém pagaria no cartão de crédito!

Considerando tudo isso, é possível entender por que o brasileiro está optando pelo crediário cada vez mais. Algumas pessoas até deixam de usar o cartão completamente e compram somente em lojas com crediário próprio.

É uma atitude comum em tempos de crise para evitar o descontrole financeiro.

A questão é: como o seu negócio pode se beneficiar disso?

Vantagens de incentivar compras no crediário da loja

Muitas lojas ainda evitam usar esse método de pagamento por medo da taxa de inadimplência. Ela realmente existe, mas é importante conhecer as vantagens a seguir antes de decidir que investir no crediário não vale a pena.

1- Aumento no ticket médio de vendas

Quando as únicas opções do cliente são: comprar aquele produto caro com o qual ele sempre sonhou e sofrer com os juros do cartão ou não comprar, ele geralmente escolhe a segunda opção.

E não são apenas os juros altos que fazem o consumidor desistir de usar no cartão. Muitas vezes ele quer comprar, mas não consegue!.

Graças ao período de instabilidade financeira, os bancos têm concedido limites de crédito menores para o consumo. Em alguns casos, o banco pode até diminuir o limite de um cliente antigo que possui alto risco de inadimplência.

Assim, o consumidor acaba sem meios para comprar parcelado e não consegue economizar para fazer a compra à vista.

Para os lojistas isso é péssimo. Significa que o ticket médio das compras permanece baixo.

Ao comprar no crediário, o consumidor consegue adquirir produtos que seriam impossíveis se ele usasse o cartão de crédito, seja pelos juros ou pela falta de limite.

2- Fidelização de clientes

O crediário é uma ferramenta muito útil para aproximar o consumidor do lojista. Afinal, depois de fazer uma compra com boas condições de pagamento, são altas as chances do cliente retornar à loja.

Por isso, grandes redes que incentivam o consumidor a comprar no crediário próprio, como Renner e Riachuelo, são tão populares.

Além disso, muitos consumidores escolhem pagar o crediário diretamente na loja. E quando voltam para fazer o pagamento, o atendente tem a oportunidade de estimular novas compras.

Cria-se um ciclo no qual o cliente sabe que as opções de pagamento com crediário são boas, confia no produto e fica mais propenso a comprar novamente.

3- Mais dados do cliente

Quando o consumidor começa a comprar no crediário com mais frequência, o lojista consegue entender melhor seu comportamento de compra.

Isso é possível por que, ao contrário do que acontece com o cartão de crédito, as informações de cadastro não ficam com o operador do cartão.

As informações solicitadas na abertura do crediário são úteis não só para reduzir a inadimplência fazendo análise de crédito. Elas também podem ser usadas para melhorar suas estratégias de marketing e gestão.

Desafios de usar o crediário

A maior objeção dos gestores em relação ao crediário são as altas taxas de inadimplência.

O risco realmente existe, mas ele pode ser controlado.

Na realidade, muitos negócios sofrem dificuldades com o crediário pela falta de planejamento e organização de processos. Nesses casos, a inadimplência é decorrente de uma análise de crédito pouco eficiente ou de processos de cobrança mal elaborados.

Mas existem formas de evitar os maiores riscos e manter a inadimplência em níveis aceitáveis.

Confira a seguir:

Como vender no crediário com mais segurança

Comprar no crediário faz o cliente se tornar mais fiel à marca e ajuda a manter um bom fluxo de compras. Se o lojista souber utilizar esse método de pagamento de maneira sustentável, é perfeitamente possível manter a inadimplência no mínimo e a rentabilidade em alta.

Confira algumas técnicas que te ajudarão nesse processo.

1- Análise de crédito do cliente

O serviço de análise de crédito é o ponto inicial para que o cliente consiga comprar no crediário. Realizar essa avaliação aumenta a segurança na hora da venda, porque mostra quais pessoas têm mais propensão a não pagar.

Mesmo depois que o consumidor comprar no crediário, o lojista ainda deve ficar atento aos pagamentos.

Saber quem paga em dia e quem costuma ter dificuldades com as parcelas é um dado importante para personalizar ainda mais as opções de pagamento.

2- Definindo número de parcelas ideal

Sua loja usa o crediário como uma forma de se diferenciar no mercado e como uma opção ao cartão de crédito.

Certo.

No entanto, isso não significa que você precisa dividir todas as compras em 10 vezes como alguém pode fazer no cartão.

Para controlar a inadimplência e melhorar o fluxo de caixa da sua loja, defina um ponto de equilíbrio. É possível facilitar o pagamento sem comprometer o fluxo de caixa do negócio.

3- Estratégias de cobrança e pós-venda

Alguns crediários ficam sem pagamento porque o vendedor, simplesmente, não sabe cobrar.

Comece entendendo que isso é inevitável, eventualmente, seus atendentes precisarão ligar para o consumidor a fim de lembrá-lo de uma parcela vencida.

Saber abordar o assunto da maneira correta pode ser a diferença entre um cliente inadimplente e outro que assume que esqueceu e paga rapidamente.

Crie estratégias de cobrança que evitam o atraso no pagamento. Algumas lojas enviam mensagens no Whatsapp ou por SMS, avisando que a parcela vencerá em poucos dias.

Caso o atraso for inevitável, é importante ter um roteiro amigável para convencer o cliente a pagar. Ele precisa entender que você não está fazendo uma acusação, mas sim encontrando uma forma de ajudá-lo.

4- Soluções tecnológicas para crediário

Ter uma solução tecnológica te ajuda em todas as etapas da adoção do crediário para o varejo.

A Rede Brasil, por exemplo, oferece serviços que te auxiliam na análise de crédito, cadastro do cliente e recebimento.

Não existem motivos para deixar de aproveitar todas as vantagens de comprar no crediário e conquistar mais clientes com uma solução dessas. Aproveite!

Publicado por: Rede Brasil Crediário