3 dicas para sua loja vender melhor no crediário

3 dicas para sua loja vender melhor no crediário

Últimos posts por Milton Goetten de Lima (exibir todos)

Trabalhar com crediário próprio tornou-se um fardo para a sua loja? Você tem mais dor de cabeça do que resultados e só continua parcelando no carnê porque os clientes pedem?

Bem… talvez o problema esteja na forma como você administra essa modalidade de crédito.

Felizmente, existem diversas soluções que podem ajudar sua loja a vender melhor no crediário.

Neste artigo, vamos tratar de três pontos muito importantes que podem estar sendo deixados de lado na sua operação:

  1. Análise de crédito 
  2. Recuperação de crédito 
  3. Proteção ao crédito (negativação)

Leia cada um deles com atenção e compare com a situação atual da sua loja. 

Vamos lá?

Invista na análise de crédito automatizada

Ter um sistema de score de crédito para classificar o risco de inadimplência do cliente no momento da venda é algo que vai mudar a forma como você vende no crediário.

Com o auxílio da tecnologia, o processo de aprovação do crédito pode ser feito em poucos segundos, de forma totalmente automatizada e sem interferência humana. 

Isso garante uma venda rápida e segura, sem burocracia.

Assim, seu cliente ganha tempo e sua loja não perde dinheiro!

Empresas especializadas nesse tipo de serviço, como Tidas e Servipa, possuem anos de informação acumulada sobre crediário e a experiência de milhões de carnês emitidos, o que torna sua análise extremamente confiável.

Ao utilizar suas soluções na concessão de crédito, você não precisa enviar nenhum documento para uma central ou esperar horas ao telefone até conseguir aprovar uma venda. 

O sistema faz tudo sozinho: consulta os órgãos de proteção ao crédito, calcula o risco e ainda sugere as condições mais seguras de parcelamento para cada cliente.

Afinal de contas, para vender melhor é preciso saber para quem você está vendendo!

Vá além da cobrança e busque recuperar o cliente

A tecnologia de análise automatizada pode reduzir o risco da sua operação e diminuir significativamente a inadimplência.

Mas, ainda assim, você sempre terá que lidar com clientes que deixam de pagar alguma parcela. 

É possível trabalhar para reduzir o número de devedores na sua loja, mas a realidade é que simplesmente não existe operação de crediário com inadimplência zero.

O importante mesmo é resolver a situação de inadimplência e ainda manter o cliente comprando.

Não se trata apenas de cobrar os devedores.

Em vez de buscar apenas a quitação de uma dívida em aberto, sua loja deve tentar recuperar a capacidade de compra do consumidor.

Fazer isso é desafiador e vai demandar profissionais capacitados, além de processos administrativos bem definidos.

É aí que entra a recuperação de crédito, que nada mais é do que um processo de cobrança baseado no relacionamento com o cliente. 

Ao trabalhar com recuperação de forma eficiente, sua loja consegue aumentar a percepção de valor de quem compra no crediário e promover a retenção de clientes o que é uma grande vantagem competitiva!

Contudo, essa pode ser uma tarefa muito difícil para pequenos e médios varejistas. 

O melhor a fazer é manter o foco nas vendas e terceirizar a cobrança com quem já tem experiência em recuperar dívidas sem prejudicar o relacionamento com o cliente.

As empresas que compõem a Rede Brasil Crediário executam todas as ações de cobrança com base no perfil do devedor, por meio de mensagens via WhatsApp, SMS, e-mail ou ligações amigáveis feitas em nome da loja.

Com a ajuda delas, você finalmente conseguirá cobrar devedores sem perder clientes!

Não esqueça das ações de proteção ao crédito

Negativar o devedor é uma maneira de recuperar a dívida quando você percebe que nenhuma ação de cobrança está dando resultado.

Ao descobrir que está com o “nome sujo” no SPC ou no Serasa, a maioria das pessoas opta por pagar o que deve e começa a prestar mais atenção à organização de suas finanças pessoais.

Além de estimular o pagamento, negativar inadimplentes também contribui para que os órgãos de proteção ao crédito possam conhecer melhor os consumidores e sua capacidade de pagamento.

Por isso, quanto mais lojistas tiverem o hábito de negativar, melhor será a qualidade da análise, já que ela também utiliza dados fornecidos por esses birôs de crédito.

Mas o processo de negativação exige muita cautela por parte do lojista.

Antes de negativar o cliente, é preciso pensar na qualidade do relacionamento que ele tem com a sua loja. 

Portanto, trate de esgotar todas as possibilidades de negociação amigável antes de partir para uma negativação.

Outro ponto importante:

Quando um cliente negativado paga o que deve (ou mesmo renegocia a dívida), sua loja tem um prazo de até cinco dias úteis para retirá-lo do cadastro de inadimplentes. 

Passando disso, a empresa pode ser responsabilizada pelo cadastro irregular.

Para que você não precise se preocupar com isso, o ideal é deixar esse trabalho a cargo de uma empresa especializada em gestão de crediário

É ela que vai se responsabilizar pela negativação nos órgãos de proteção ao crédito e pela retirada automática do cliente após o pagamento ou acordo, sempre com o objetivo de recuperar o devedor e trazê-lo de volta à loja.

Agora você já pode vender melhor no crediário

Gostou das nossas dicas?

Você deve ter percebido que todas elas envolvem o trabalho de toda uma equipe de profissionais especializados em concessão de crédito e cobrança.

Felizmente, sua loja não precisa ter todo esse pessoal operando internamente.

Contratando os serviços das empresas que compõem a Rede Brasil Crediário, você consegue terceirizar os aspectos financeiros da sua operação e se concentrar apenas em vender e atrair clientes!

Clique aqui para solicitar um orçamento.

Publicado por: Milton Goetten de Lima