Como funciona o crediário para lojistas?

Como funciona o crediário para lojistas?

Milton Goetten de Lima

Diretor em Tidas e Servipa

Últimos posts por Milton Goetten de Lima (exibir todos)

O crediário é uma forma de financiar as compras na loja através de parcelas fixas com correção. Ao contrário do que muitos acreditam, seu uso não perdeu espaço no varejo, pelo contrário: o crediário para lojistas continua sendo um grande diferencial competitivo para quem costuma ou deseja vender a prazo!

O motivo é simples: a ideia de que o cartão de crédito era uma vantagem para o consumidor já caiu por terra. De acordo com o CNC, 77,4% das famílias endividadas está com problemas por causa do cartão. Sem o controle sobre os gastos do cartão de crédito, muita gente está escolhendo comprar sem ele.

Mesmo assim, a busca por compras parceladas não diminuiu. Um release do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), mostrou que  79% dos consumidores parcelam compras no Brasil. Ou seja: encontrar formas alternativas de pagamento parcelado é muito importante para a maioria dos negócios.

Quer entender como funciona o crediário para lojistas e se ele é a opção certa para você? Continue a leitura para conferir os detalhes completos sobre a modalidade de pagamento que está conquistando consumidores em todo o país!

Como é feito o crediário para lojistas?

O crediário é uma forma de financiar as compras em quantidades de parcelas que podem até ser maiores que as dos cartões de crédito. Em geral, o cartão permite parcelar em até 12 vezes, enquanto o crediário para lojas pode chegar em até 48 vezes.

Para parcelar, o consumidor só precisa confirmar seus dados para o sistema de gestão de crediário fácil e definir o número de parcelas. Ao sair da loja, ele saberá exatamente quanto pagará em cada uma (incluindo a correção) e em qual data elas vencem.

Ao contrário do que a crença popular dita, o crediário para lojistas não é inseguro. A avaliação de crédito utilizada evita a inadimplência. Além disso, o valor das parcelas e juros são menores que os do cartão de crédito. Portanto, o consumidor tem maior facilidade para pagar!

Facilitando o pagamento, o lojista cria motivos para que o cliente retorne com mais frequência. Por isso, lojas que utilizam o crediário para lojas também conseguem melhorar a fidelização.

O que é necessário para criar um crediário?

Implementar o crediário para lojistas pode ser uma excelente ideia, desde que você cumpra alguns pré-requisitos. Confira abaixo tudo que é necessário para utilizar esse meio de pagamento com eficiência e segurança!

1. Regras claras

Estabeleça o regulamento para utilizar o crediário como pagamento. Em geral, lojistas costumam estabelecer um tipo de contrato com o cliente determinando datas de vencimento de parcelas, condições de reajuste, valores e outros detalhes. É importante ter certeza que o consumidor entendeu bem como funciona o pagamento com o crediário.

2. Limite de parcelas

Como foi mencionado acima, o crediário oferece a opção de trabalhar com uma quantidade maior de parcelas. No entanto, não é porque alguém pode pagar em até 48 vezes que esse número de parcelas é adequado para seu negócio.

Estudando seu público e o ticket médio de compra, é possível definir o limite de parcelas mais adequado. Ele deve ser o suficiente para facilitar o pagamento do cliente, mas nada tão exagerado que possa aumentar a inadimplência.

3. Informações de crédito

Manter sua loja segura contra a inadimplência deve ser uma das prioridades de quem usa o crediário. Por isso, é importante ter uma base de dados com informações de crédito. As informações podem ser internas, coletadas de compras anteriores ou externas.

No caso de quem acabou de começar a utilizar o crediário para lojas, as informações internas serão mínimas. Logo, você precisará contar com outras fontes, como o Serasa, SPC e SCPC. Estas instituições não garantem que um cliente nunca será inadimplente, mas fornecem uma boa base para aprovação de crédito.

Processo para utilizar o crediário próprio

Depois de garantir todos os pré-requisitos acima, você já está pronto para usar o crediário para lojistas. O crediário possui um passo a passo que é seguido na maioria dos estabelecimentos. Ele serve para melhorar a segurança, diminuir a inadimplência e encontrar uma solução que facilite a vida do consumidor.

Veja, a seguir, como funciona em detalhes!

1. Cadastro do cliente

Assim que o cliente escolher fazer o pagamento com crediário, o atendente deve preencher uma ficha de cadastro com suas informações. O cadastro é bem detalhado e alimenta a base de dados que o ajudará a determinar o risco de inadimplência.

É importante manter o cadastro de clientes sempre atualizados. Informações como fonte de renda e dados dos serviços de proteção ao crédito interferem diretamente na análise de crédito do cliente.

2. Análise de crédito

O próximo passo para utilizar o crediário para lojas é realizar a análise de risco de crédito. Para saber se existem chances de inadimplência, é importante levar em consideração seu histórico de pagamentos e o status financeiro atual.

O ideal é evitar análises baseadas somente na confiança ou numa análise humana. Existem ferramentas específicas para gerenciamento de crediário que fazem cruzamento de dados de crédito. Elas ajudam a tomar decisões mais rápidas e confiáveis!

3. Aprovação de crédito

Todas as informações coletadas até aqui darão o resultado de crédito aprovado ou negado. É importante que cada passo aconteça com cuidado e usando as ferramentas corretas porque mesmo a melhor análise de crédito não livra um negócio da inadimplência. Assim como ocorre no cartão de crédito, uma emergência pode impedir o cliente de pagar.

No entanto, a análise de crédito ajuda a diminuir drasticamente esses números e garantir o retorno ao negócio. Por isso, também é importante falar de mais um componente do crediário, os serviços de gestão.

Serviços de gestão de crediário

Você não quer que os excelentes retornos possibilitados pelo crediário se acabem com a inadimplência, não é? Para tanto, é necessário contratar um serviço de gestão para este meio de pagamento. Ele oferece formas simples, rápidas e completas de fazer o cadastro de clientes e a análise de informações de crédito.

Ao invés de utilizar somente a base de dados da loja (ou pior, a confiança do vendedor), você consegue tomar decisões embasadas e completas. Assim, o cliente pode parcelar suas compras na quantidade de parcelas que deseja e sua loja fica mais segura e se destaca da concorrência! 

Publicado por: Milton Goetten de Lima