6 dicas para gerenciar uma rede de lojas e manter o padrão

6 dicas para gerenciar uma rede de lojas e manter o padrão

Milton Goetten de Lima

Diretor em Tidas e Servipa

Últimos posts por Milton Goetten de Lima (exibir todos)

Gerenciar uma loja não é algo fácil e impõe diversos desafios ao gestor. Afinal, lidar com planejamento, controle de estoque, inadimplência, finanças, vendas, relacionamento com o público e recursos humanos são tarefas que exigem esforço e planejamento. 

E o cenário se torna ainda mais complexo quando é preciso gerenciar uma rede de lojas, pois os desafios se multiplicam conforme o número de unidades aumenta. E, independentemente desse número, os desafios podem sair do controle sem um planejamento e padronização adequados. 

Desta forma, problemas causados por pequenas falhas de gestão em cada unidade da rede podem se acumular. Isso, por sua vez, impacta negativamente os resultados e ameaça o futuro da empresa como um todo.

A rede de lojas precisa se apoiar nas bases sólidas de uma gestão padronizada e bem planejada. Isso garante que cada uma das unidades funcione com o máximo de eficiência, fornecendo aos clientes a mesma qualidade de serviço que fez com que uma pequena loja se transformasse em uma rede. 

Por isso preparamos 6 dicas que irão te auxiliar a gerenciar uma rede de lojas. Boa leitura!

6 dicas para garantir uma boa gestão de rede de lojas

#Dica 1: Faça um planejamento de ações centralizado

Planejar é o primeiro passo para realizar um objetivo. Afinal, a empresa não alcançará o resultado esperado se o gestor não souber como agir para atingir sua meta. No entanto, o planejamento precisa ser feito com uma centralização de informações na matriz, levando em consideração os dados fornecidos pelos gerentes das unidades de cada rede de lojas.

Depois de planejar, as ações devem ser igualmente comunicadas aos gestores de todas as unidades. Assim, a gerência de cada loja saberá como agir para trabalhar em harmonia com os objetivos da matriz, se esforçando para atingir os resultados esperados e evitando ações diferentes do planejado.

#Dica 2: Promova uma gestão unificada de pessoas

Cada pessoa possui uma maneira única de perceber a realidade à sua volta, sendo este um grande desafio para as empresas. Por isso, é preciso fazer uma gestão unificada de pessoas para garantir que os colaboradores de cada filial trabalhem alinhados com os objetivos da matriz. 

Por isso, invista em profissionais de confiança que tenham uma forma de liderança unificada com os valores e objetivos da empresa em cada unidade da sua rede de lojas. Pense que eles serão o motor capaz de manter sua equipe motivada para trabalhar com o melhor nível de qualidade possível. 

Além disso, forneça treinamentos e capacitação recorrentes para os colaboradores de todas as unidades. Essa atitude fortalece a cultura organizacional da empresa, além de qualificar os profissionais.

#Dica 3: Mantenha um controle de estoque integrado

O estoque é um dos pontos que mais merece atenção na gestão de rede de lojas. O bom gestor sempre precisa buscar o equilíbrio entre os produtos estocados e a demanda por eles. 

Afinal, produto parado no estoque prejudica o capital de giro e causa prejuízos. Por sua vez, a falta de produtos com demanda de vendas gera insatisfação nos clientes e prejudica o faturamento. Atingir este equilíbrio não é fácil, sendo ainda mais difícil em uma grande rede de lojas.

Por isso, o controle do estoque deve ser integrado e unificado, reunindo informações sobre o estoque de todas as unidades por meio de um sistema informatizado. Desta forma, todas as unidades garantem estoques equilibrados e com produtos de qualidade, oferecendo o mesmo nível de satisfação aos clientes em toda a rede. 

Além disso, com a integração de informações, o gestor encontrará oportunidades de otimização. Logo, poderá reduzir custos operacionais ao identificar erros, desvios e outros problemas. Também será possível reduzir preços com fornecedores graças às compras volumosas e previamente planejadas para atender todas as unidades de forma unificada.

#Dica 4: Padronize todos os processos da sua rede de lojas

Para que a qualidade do serviço seja mantida em todas as unidades da rede de lojas, os processos devem ser padronizados. Afinal, ela precisa funcionar de forma previsível e organizada para alcançar resultados positivos. 

O gestor deve fazer um planejamento adequado, padronizando todos os processos internos e educando os colaboradores sobre como eles devem agir. E isto pode ser alcançado ao fazer treinamentos, utilizar manuais e até mesmo softwares especializados. 

Assim, todos os profissionais saberão como agir em suas operações, evitando erros corriqueiros no dia a dia e capacitando-os para manter a qualidade do serviço (até mesmo em momentos de crise). Tudo isso impacta positivamente nos resultados da rede de lojas e garante a satisfação dos clientes.

#Dica 5: Tenha uma gestão financeira unificada

Sobreviver à realidade altamente competitiva do mercado atual é difícil sem observar as finanças atentamente. A gestão financeira de uma rede de lojas pode apresentar desafios, como manter total controle sobre:

  • Capital de giro;
  • Margem;
  • Vendas por metro quadrado.

Por isso, o ideal é que a matriz unifique e gerencie todas as finanças das unidades de sua rede. Isto pode ser feito mais facilmente ao utilizar softwares de gestão financeira. Afinal, independentemente do tamanho da rede, fazer este controle manualmente é trabalhoso e abre margem para erros que podem ser fatais para as finanças. 

Além disso, problemas financeiros podem ser rapidamente percebidos com uma gestão financeira unificada e informatizada. Assim, o gestor consegue resolver em tempo hábil tudo o que for necessário. Além disso, não utilizar um software de gestão financeira adequado é ruim para lojas com crediário próprio, pois a análise de crédito pode ser prejudicada. 

#Dica 6: Otimize a comunicação da rede de lojas

Com uma comunicação eficiente entre colabores e gestores, diversas oportunidades podem ser identificadas e erros evitados. Por isso, tenha um canal aberto de comunicação entre todos para manter o padrão de qualidade em todas as unidades da sua rede de lojas, garantindo que ela trabalhe em total sintonia com os objetivos gerais.

Além disso, o gestor tem muito a ganhar ao manter uma boa comunicação entre gerentes, equipes de venda e demais colaboradores. Afinal, estes profissionais lidam diariamente com os clientes, podendo ajudá-lo a compreender melhor o seu público e suas necessidades. Assim, qualquer desvio no padrão de qualidade é rapidamente identificado e corrigido.

Conclusão

Padronizar uma rede de lojas é fundamental para o fortalecimento da marca e fidelização dos clientes, pois assegura que os consumidores encontrem a qualidade característica da sua empresa em cada unidade frequentada. 

Desta forma, o gestor terá certeza que o empreendimento se destacará no mercado, tendo tudo o que precisa para continuar crescendo em quantidade e qualidade. 

Publicado por: Milton Goetten de Lima