Os 4 principais relatórios gerenciais que todo lojista precisa acompanhar

Os 4 principais relatórios gerenciais que todo lojista precisa acompanhar

Lojistas que trabalham sem relatórios gerenciais podem estar desperdiçando o potencial do negócio por não saber a situação atual do empreendimento. Isso porque esses documentos indicam dados estratégicos para auxiliar a tomada de decisões. E nos dias de hoje, quanto mais rápida for a sua decisão, melhor. 

Afinal, muitas empresas se afundam em dívidas por falta de planejamento. De acordo com a Neoway, empresa de consultoria especializada em inteligência de mercado, cerca de 2 milhões de empresas fecharam as portas em 2015. 

A Roland Berger também fez um estudo relativo a todos os empreendimentos brasileiros listados no Bovespa, mostrando que 40% deles estão bastante endividadas. O cenário é bastante perigoso e revela um déficit de cerca de R$ 420 bilhões. 

Para te ajudar a não entrar nessas estatísticas, veja o que são os relatórios gerenciais, a sua importância e alguns dos mais relevantes aos lojistas. Boa leitura!

O que são relatórios gerenciais? 

De acordo com o SEBRAE, um relatório gerencial “é um documento escrito, baseado em fatos – contendo informações relevantes para avaliação e possíveis tomadas de decisão”. Ou seja, esse documento trará dados que servirão de alicerce para as suas estratégias futuras. 

Mas para isso, o relatório gerencial deve ser exposto da melhor maneira possível, tendo um objetivo bem definido. Sendo assim, quem elaborar o documento precisa dizer exatamente o que espera dele ao término da leitura pelo destinatário. 

Além disso, o SEBRAE indica que um bom relatório gerencial deve conter um índice mostrando todos os tópicos divididos em capítulos. 

Por fim, a entidade também diz que o ideal é dispor o conteúdo no formato de pirâmide, no qual os assuntos mais importantes vêm antes das suas devidas explicações, justificativas e detalhes. 

Qual é a importância dos relatórios gerenciais?

Os relatórios gerenciais mostram o cenário atual do seu negócio. Com eles, você poderá visualizar o todo do empreendimento, entender quais são os pontos positivos e visualizar onde melhorar. Assim, você pode tomar decisões estratégicas! 

E o que são essas decisões estratégicas? São ações tomadas depois de analisar os dados para corrigir problemas percebidos, como:

  • Produtos ou serviços que estão dando mais ou menos lucro; 
  • Colaboradores que estão trazendo mais ou menos resultados;
  • Satisfação de clientes;
  • Gestão de finanças.

Esses documentos são um detalhamento das ações de um determinado setor. Assim, você pode pensar nele como uma leitura completa da sua loja, que te ajudará a definir os seus próximos passos para ser o mais assertivo possível, tendo os resultados esperados.

Quais são os relatórios gerenciais mais importantes? 

1 – Relatório financeiro

Existem alguns tipos de relatórios financeiros que são os mais utilizados pelas empresas e, certamente, um dos mais importantes. 

Afinal, eles incluem lucros e gastos relativos aos recursos humanos e aos seus produtos ou serviços. Além disso, lojas com crediário próprio também devem ter documentados os seus valores a receber, inadimplência, prazos, etc.

Com todas essas informações em mãos, você será capaz de mensurar o seu fluxo de caixa, fazendo um balanço relativo a todas as entradas e saídas em um determinado período. Dessa maneira, será possível observar o orçamento do negócio para planejar investimentos a médio e longo prazo. Conheça alguns dos principais relatórios:

Demonstração de Resultado de Exercício (DRE)

Depois de confrontar todas as receitas e os rendimentos ganhos no período com os custos e as despesas envolvidas no negócio, a DRE apresentará o lucro/prejuízo líquido obtido no período de análise e permitirá aos gestores do negócio uma tomada de decisão mais segura e direta.

Também vale ressaltar que a lei número 6404 exige que esse relatório financeiro seja entregue anualmente ao governo brasileiro. No entanto, ele é tão importante que muitas empresas o fazem trimestralmente ou até mesmo mensalmente. Afinal, esse documento oferece uma visão completa do cenário atual do seu empreendimento. 

Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC)

A Demonstração do Fluxo de Caixa geralmente é feita todos os dias. Nela, você deve mostrar todas as entradas e saídas feitas durante um determinado período. 

Mas o que são essas entradas e saídas? 

  • As entradas se referem a pagamentos de clientes, investimentos recebidos, etc;
  • As saídas se referem aos gastos para manutenção do empreendimento e outros custos que possam ter surgidos inesperadamente. 

Sendo assim, esse relatório financeiro é ótimo para fins gerenciais, pois mostra de onde os recursos vieram e como eles foram investidos. Além disso, ele também é importante para necessidades fiscais.

Relatório de contas a pagar e a receber

Esse é um relatório gerencial bem simples e que ajuda a organizar o seu negócio para os próximos meses. Afinal, basta controlar o que será pago e recebido durante um determinado período. 

Assim você terá maior noção sobre os próximos meses, entendendo todas as movimentações que já estão previstas. Com ele, será possível analisar ações futuras, verificando se a empresa poderá fazer investimentos ou se precisará de empréstimos, por exemplo.

2 – Relatório de vendas

Toda empresa precisa entender as suas vendas, além do fluxo de caixa. Com esse relatório gerencial, você pode mensurar:

  • Quantidade total de vendas;
  • Ticket médio;
  • Lifetime value de cada cliente;
  • Tempo que consumidores passam na jornada de compras;
  • Verificar o desempenho de cada vendedor.

Tudo isso te ajudará a entender comportamentos comuns dos clientes e dos seus colaboradores, como o meio onde as vendas funcionam melhor (e-commerce, loja física, telefone). A partir daí, você poderá validar seus processos para pensar em saídas que impactem positivamente as suas futuras vendas. 

3 – Relatório de crescimento

Os relatórios de crescimento mostram o desempenho geral da empresa, analisando cada setor. Sendo assim, você poderá analisar o espectro geral da sua loja, passando por todas as áreas e como elas se desenvolveram ao longo do tempo. 

Isso facilitará futuras ações, fazendo com que você foque no que for mais necessário.

Publicado por: Rede Brasil Crediário