Crediário próprio e cartão de loja: qual é melhor?

Crediário próprio e cartão de loja: qual é melhor?

Milton Goetten de Lima

Diretor em Tidas e Servipa

Últimos posts por Milton Goetten de Lima (exibir todos)

Está em busca de um método alternativo de pagamento para seu cliente? Então você provavelmente já deve ter pesquisado no Google sobre “crediário próprio” e “cartão de loja”, não é?

Sem dúvidas, ambas as opções parecem bastante vantajosas. Mas como escolher qual delas se encaixa mais no seu negócio?

É o que vamos explicar agora.

Como funciona o cartão de loja?

Esse é um cartão feito especificamente para o uso em um estabelecimento comercial. Ele é bastante semelhante a um crediário próprio, porém, é fornecido somente pela loja.

Em alguns casos, o cartão de loja também envia uma fatura para a casa do cliente, assim como o cartão de crédito.

Pode ser dividido nos modelos: aberto e fechado.

No fechado, as informações do cliente ficam restritas à loja. O aberto permite que as informações fiquem acessíveis a outras lojas da mesma rede.

Como funciona o crediário próprio?

No crediário próprio, o risco de financiar as compras do consumidor é assumido pela loja. Para abrir crediário, o lojista deve usar suas próprias ferramentas para analisar o risco de inadimplência do cliente. Assim, é possível definir se o crédito pode ser aprovado ou não.

Por se tratar de uma ferramenta gerenciada pelo próprio empresário, todas as informações sobre o consumidor ficam sob o controle do lojista.

Além disso, o crediário próprio permite que o cliente parcele em mais vezes do que no cartão de crédito. Muitos cartões parcelam somente em três, quatro vezes, enquanto o crediário próprio pode trabalhar com 6 ou até 12 parcelas.

As vantagens de cada modelo de parcelamento

Todo financiamento possui riscos, não importa se feito por meio de cartão próprio, cartão de crédito ou crediário próprio.

Por isso, na hora de escolher como parcelar as compras do seu cliente, é importante avaliar todas as vantagens e desvantagens de cada método.

O risco não deve ser a única preocupação do lojista que deseja oferecer mais uma opção de pagamento para seu cliente.

Na realidade, tanto o cartão próprio, quanto o crediário possuem riscos similares e também formas de reduzir significativamente a inadimplência. Mas abordaremos isso mais adiante. ,

Agora, está na hora de entender melhor as vantagens de cada um.

Vantagens do crediário próprio

O crediário é um método de pagamento bastante popular em todo o Brasil, funcionando como uma opção adicional de parcelamento ao cliente.

Contudo, se bem exploradas, as vantagens do crediário podem fazer dele a principal fonte de rendimentos para o varejista, como você verá abaixo.

1- Maiores prazos para parcelamento

Por ser completamente gerenciado pela empresa, é possível flexibilizar os prazos de pagamento. Em vez de limitar as parcelas, seu cliente pode pagar em 10 ou até 12 vezes.

O número maior de parcelas faz uma grande diferença, especialmente em um momento de crise econômica, quando o cliente evita fazer compras que comprometam grande parte do seu orçamento.

Parcelar em várias vezes também ajuda a aumentar o ticket médio da compra. Como o consumidor sabe que consegue diluir os pagamentos ao longo de meses, fica mais confiante para comprar uma quantidade maior.

2- Menores taxas de juros

Assim como o número de parcelas, as taxas de juros também devem ser calculadas pelo próprio lojista. Portanto, quem deseja se tornar mais competitivo pode aproveitar esse cálculo como vantagem estratégica e oferecer taxas mais acessíveis.

As taxas cobradas sobre o pagamento atrasado do crediário são bem mais baixas do que as cobradas pelos cartões de crédito. O lojista precisa deixar isso claro para o cliente a fim de mostrar como o crediário é uma chance de conseguir comprar mais e gastar menos com juros.

3- Maior possibilidade de negociação

Gostaria de oferecer um desconto especial para seus clientes mais fiéis, mas as taxas de cartão de crédito não permitem? Utilize então o crediário próprio. Como são os próprios recursos do empresário que realizam o financiamento, é possível negociar com mais flexibilidade com o cliente.

Uma estratégia possível é reduzir ou eliminar os juros quando o cliente escolhe diminuir o número de parcelas, por exemplo.

4- Melhora nas vendas

Combinando a facilidade de parcelamento com juros mais acessíveis e melhores chances de negociação, você chega a um resultado: aumento de vendas!

Quando clientes estão receosos de comprar, a possibilidade de parcelar em mais vezes é muito mais atraente do que um cartão de crédito.

Na realidade, existe um movimento no Brasil de evitar o uso do cartão de crédito. A quantidade de usuários desse método de pagamento caiu de 70% para 61% no país em 2017.

Por isso, é essencial oferecer opções alternativas de pagamento para o comprador. Contanto que o crediário seja bem gerenciado, ele pode trazer muito lucro para seu negócio.

Vantagens do cartão de loja

Parece ser muito interessante oferecer um cartão personalizado com sua marca para o cliente, mas será que ele é tão bom assim? Confira abaixo suas principais vantagens antes de decidir.

1-Menor burocracia

Quando comparado aos cartões de crédito tradicionais, o cartão de loja possui muito menos burocracia para liberar crédito para o cliente. A maioria das lojas exige somente um documento com foto e o CPF de quem deseja liberar o cartão.

Além disso, o cartão de loja também pode ser oferecido a quem não tem conta em banco. Assim, muitas pessoas o veem como a possibilidade de finalmente ter crédito sem precisar passar pelo longo processo burocrático no sistema bancário.

2- Parcerias e prêmios

Muitos lojistas usam o cartão de loja para criar parcerias com outros negócios. Assim, o cliente pode utilizá-lo em outros locais ou consegue vantagens ao apresentar o cartão.

Em alguns casos, é possível utilizar o sistema de pontuação para oferecer prêmios conforme a pessoa compra mais no estabelecimento.

O grande problema dessas parcerias é o compartilhamento de informações de sua carteira de clientes. Outros negócios podem aproveitá-las para criar estratégias de vendas e marketing.

3- Crédito diferenciado

Quando o cliente compra utilizando o cartão de loja, ele não precisa usar seu limite do cartão de crédito para parcelar. Muitos consumidores gostam dessa possibilidade.

Qual é o melhor modelo de parcelamento?

Na hora de decidir qual é a melhor forma de oferecer pagamento parcelado para seu cliente, você deve considerar as vantagens de ambos os métodos.

O crediário próprio é importante porque ajuda a coletar informações do cliente e centralizá-las no seu negócio. Informações que podem ser compartilhadas com outras empresas se você trabalhar com o modelo de cartão de loja.

Cartões gerenciados por bancos também são um problema. Eles restringem ainda mais o crédito e não deixam que clientes com um pouco mais de risco, mas que podem ser excelentes para sua loja, obtenham o crédito.

Se você ainda teme usar o crediário por causa do risco, fique tranquilo.

Realizando uma boa análise de crédito, você consegue diminuir muito o risco de inadimplência e, ao mesmo, tempo vender mais.

É possível utilizar uma empresa terceirizada de análise de crédito para te ajudar nesse processo. Sabendo disso, você pode planejar melhor seu investimento em novos métodos de pagamento. Eles têm muito a adicionar para seu negócio!

Publicado por: Milton Goetten de Lima