Meios de pagamento: qual a melhor forma de receber dos seus clientes?

Meios de pagamento: qual a melhor forma de receber dos seus clientes?

Últimos posts por Milton Goetten de Lima (exibir todos)

Com a ampliação do comércio varejista, é cada vez mais importante oferecer diferentes meios de pagamento para atrair consumidores. Se manter estável no mercado depende do sucesso do negócio. E para isso, é preciso garantir que o público esteja sempre satisfeito.  

A principal dúvida do comerciante é como manter o consumidor ativo, comprando cada vez mais. Não existe uma única resposta para esta questão, mas é possível listar pontos importantes, por exemplo:

  • Oferecer produtos de qualidade;
  • Desenvolver uma boa estratégia de vendas;
  • Ter um bom atendimento do começo ao fim da venda;
  • Estar presente também no meio virtual;
  • Facilitar a forma de pagamento.

Todos os tópicos citados acima trazem exemplos do que pode ser feito para receber os clientes de uma melhor forma. Nesse post vamos focar no último ponto. Mas o que significa facilitar os meios de pagamento para o consumidor? 

Significa oferecer mais opções além dos frequentemente usados. Existem diversas formas de pagamento vantajosas para o varejo. Acompanhe a seguir cada uma delas e conheça os seus principais benefícios!

Dinheiro, cartões e crediário: Oferecendo diferentes meios de pagamento ao cliente

Com o fluxo constante de consumidores, as lojas de varejo precisam estar atentas a todas as possibilidades de aumentar suas vendas. Oferecer diferentes meios de pagamento é uma ótima forma de garantir uma venda, já que cada cliente tem sua preferência na hora de pagar.

Dinheiro

A compra paga em dinheiro, teoricamente, é a mais vantajosa. Isso porque a entrada e saída de dinheiro em cédula não envolve taxas e não compromete o fluxo de caixa. 

Para o consumidor, também é uma compra que traz vantagens, já que muitas lojas optam por dar descontos em pagamentos feitos à vista. 

Apesar de parecer a melhor opção para o varejista, vendas em dinheiro também possuem um lado negativo. Lojas com sedes em ruas movimentadas podem ser alvo de assaltos, o que torna um risco ter muito dinheiro em caixa. Por isso, é preciso pesar as vantagens e desvantagens dessa opção de pagamento.

Cartão de débito

Assim como o pagamento em dinheiro, pagar com cartão de débito é uma prática muito comum entre os consumidores. O meio eletrônico é popular pois trata-se de uma escolha segura, tanto para o varejista quanto para o cliente. 

Aliando um controle maior de gastos por parte do consumidor com a agilidade de recebimento do lojista, o meio de pagamento é o segundo mais aceito em estabelecimentos, ficando atrás apenas do dinheiro em nota.

Recebendo o pagamento através do cartão de débito, o valor é automaticamente creditado na conta da loja, o que é uma grande vantagem para quem preza pela rapidez. Além disso, as taxas de cobrança são relativamente baixas, quando comparadas aos cartões de crédito. 

Cartão de crédito

Outra alternativa de pagamento bastante popular é o cartão de crédito. Além dos benefícios que o cartão de débito fornece, a opção crédito traz aquilo que mais agrada ao consumidor: a possibilidade de parcelamento. 

Em geral, as compras efetuadas com o cartão de crédito são feitas de forma parcelada ou com prazo de pagamento estendido. O que pode parecer uma ótima oportunidade para o consumidor e para o varejista num primeiro momento. E de fato, essas são as principais vantagens da função crédito.

Por outro lado, essa opção de pagamento pode trazer grandes problemas para o cliente e exige uma estrutura adequada no local, contendo aparelhos fixos ou móveis, integrados aos terminais de emissão de nota fiscal. As taxas desse tipo de cartão também costumam ser mais altas que de outros meios de pagamento. 

A principal vantagem para o varejista é que não há risco de inadimplência, mesmo se tratando de uma compra parcelada. Isso porque o banco contratado deve garantir o recebimento total do valor da venda. A venda de forma parcelada também acaba atraindo mais consumidores, o que facilita a venda. 

Crediário

O crediário é o meio de pagamento que mais gera dúvida entre os varejistas. Isso porque pode parecer um pouco arriscado confiar no cliente sem que uma instituição financeira esteja por trás da parcela.

Mas a verdade é que a opção traz muito mais vantagens do que se imagina. A segurança de pagamento acontece através dos órgãos de proteção ao crédito, que passam a ser responsáveis pelas cobranças em casos de atrasos e inadimplências. 

Veja 4 benefícios para os lojistas que optam por oferecer o crediário como uma forma de pagamento para os seus clientes:

  1. Vender para quem não tem Crédito no cartão

Uma das grandes vantagens do crediário é possibilitar a venda para clientes que não tenham limite no cartão de crédito ou não costumam utilizar este meio de pagamento.

É uma forma de ampliar a gama de consumidores, já que o crediário também permite que as compras sejam parceladas. Com isso, um interessado que não compraria em sua loja por falta de opção de pagamento, pode virar um cliente fiel no futuro. 

A importância de ampliar a possibilidade de compra para esse perfil de cliente é fundamental, especialmente no Brasil, onde o sistema bancário é muito restritivo na concessão de crédito. 

2. Maior prazo e comodidade para o cliente

Baseado no valor da compra, o varejista pode definir o número de parcelamento e o valor mínimo a ser pago. Com a análise de crédito que é feita antes da liberação do crediário, é possível identificar o perfil do consumidor. Dessa forma, a própria loja pode estabelecer padrões de vendas parceladas.

3. Aumento de vendas e fidelização do cliente

Com o crediário é possível aumentar o número de vendas, já que os consumidores podem ter mais uma opção de pagamento. Além disso, oferecer o crediários mostra que a loja está disposta a confiar em seus clientes, facilitando suas compras. 

4. Novas receitas financeiras

O crediário tem uma vantagem que muitas vezes é esquecida e pode afetar positivamente as receitas, se bem administrado. Nessa modalidade o lojista tem acesso às receitas financeiras, como a Mora e Juros, que em outros modelos de parcelamento estão na mão dos bancos e das operadoras de Cartão de crédito, por exemplo.

Novas tecnologias

Para se adaptar ao mundo tecnológico, também há a possibilidade de oferecer pagamentos pelo meio online. Já existem opções de pagar pelo smartphone, pela internet e até por transferência entre fundos.

Através da Internet das Coisas (Internet of Things) é possível realizar pagamentos em débito ou crédito utilizando apenas o toque. Para isso, a loja precisa ter uma estrutura de rede específica, que permita ao cliente fazer este tipo de pagamento. 

A vantagem dessa novidade é principalmente segurança. Estima-se que em 10 anos, pelo menos 50% das compras realizadas em lojas físicas sejam pagas dessa forma. 

O melhor meio de pagamento para o seu negócio

De maneira geral, é importante para o varejista estudar o perfil dos seus consumidores, para saber as melhores formas de pagamento que deve oferecer.

Como visto também, todos os meios de pagamentos possuem muito mais vantagens do que desvantagens, o que significa que quanto maiores forem as opções, mais chances de aumentar as vendas o varejista terá.

O melhor meio de pagamento para o seu negócio é aquele que atenda a maior parcela de consumidor. Porém, não é preciso seguir essa regra à risca, já que quanto mais possibilidades existirem, maior será a gama de perfis. 

 

Publicado por: Milton Goetten de Lima